Ciclo

 

Desabraçar pela última vez antes de entrar no ônibus é como se me rasgassem inteira. A dor é igual.

No entanto, volto sonhando com o próximo encontro. Enquanto estamos longe, sou alimentada pela vontade de sentir teu cheiro novamente.

A véspera do encontro já é uma preparação. Conto as horas. Durmo mais rápido para o que o dia amanheça e me traga você.

Corro ao seu encontro. O cérebro tenta organizar o desembarque, a caminhada até você, o novo primeiro abraço, seu cheiro, sua voz perguntando se estou bem, minha saudade indo embora... Já não estou sufocada. O mundo pára. Nada mais importa.

Como uma peça pregada pelo tempo, quando estou completa as horas voam. Logo o mundo começa a girar outra vez. O dia termina e voltamos ao ponto de chegadas e partidas. Sou rasgada novamente.

É um ciclo que amo e odeio.

Que me perde e me salva.

Que vou repetir enquanto for necessário.

Eu não me importo.

Eu não me canso.

 

Eu te amo.



Escrito por Sininho às 13h38
[] [envie esta mensagem]



[ ver mensagens anteriores ]





Meu perfil
BRASIL, Mulher, de 20 a 25 anos, Música, Livros
MSN - sininhoneverland@hotmail.com



 


Histórico
16/07/2006 a 22/07/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
12/02/2006 a 18/02/2006
08/01/2006 a 14/01/2006
11/12/2005 a 17/12/2005
27/11/2005 a 03/12/2005
20/11/2005 a 26/11/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
16/10/2005 a 22/10/2005
09/10/2005 a 15/10/2005
02/10/2005 a 08/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005


Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
Olívia Keeling
Coisikas di Mindu
Marcela
Sabor de Gente
Tributo a Paz
Divina Doidivanas
Fusas sincopantes pedem coda